sexta-feira, 1 de maio de 2009

me desculpem, mas é muito reacionarismo!

"Os casais de segunda união, que partiram para novo casamento após a separação, são convidados a participar da vida comunitária nas paróquias, mas não podem comungar, pois a Igreja não admite o divórcio. E, pela manifestação da 47ª Assembleia-Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), que termina hoje em Itaici, município de Indaiatuba, a situação não vai mudar.

Um manifesto em favor da família aprovado pela assembleia refere-se de leve aos casais em segunda união, ao pedir que a Pastoral Familiar, Movimentos, Serviços e Institutos da Igreja acolham "as (famílias) que se encontram em situações especiais". O acolhimento consiste em engajar recasados em celebrações litúrgicas, embora sem acesso aos sacramentos."

leia mais -http://noticias.uol.com.br/ultnot/agencia/2009/05/01/ult4469u40655.jht

é aquela velha história: pode frequentar a minha casa, mas fica lá nos fundos, tá?

e depois a igreja católica diz que não sabe porque está perdendo tantos fiéis...

10 comentários:

Maria disse...

Fatima,
Venho agradecer a sua visita. Obrigada.Fiquei feliz. Quanto a igreja, concordo com você. Perdem fiéis e depois não sabem o porque. Que eu saiba nos 10 mandamentos não diz nada que é preciso casar. A igreja que inventou esta parte. Minha mãe dizia: Quem ama com fé casado é. O preconceito da igreja aos não casados é uma forma de afastar muita gente, pois um papel assinado, não comprova nada, o importante é o respeito e amor.
E os padres pedófilos será que são banidos da igreja. Isto sim é um pecado mortal.
bjs e bom feriado!

Ozenilda Amorim disse...

Mas o que é a poderosa igreja católica apostólica romana diante do Deus que é, se Deus não faz separação entre as pessoas? É muito mais simples do que parece, aceitar a Graça e se desfazer dos sem graça da religião.

QUERO SER ORGANIZADA disse...

Pois é... também não concordo com muitas opiniões da igreja católica... apesar de ser católica!

Beijos

Mitá disse...

Olá amiga realmente concordo plenamente contigo em relação a igreja,por exemplo hoge fui fazer a minha peregrinação a Fátima, coisa que faço todos os anos,e digo-te é uma autentica "chulice" gozam com a fé das pessoas ,eles não veem fiéis veem NEGÓCIO... bjs

Lúcia Soares disse...

Religião, tema sempre complicado, né? Sou católica, mas não concordo com as imposições da Igreja e sua postura antiga. "Creio no Deus que criou os homens e não no Deus que os homens criaram".

Kyria disse...

Só posso dizer: pois é...deixei o meu recado no post afundada em dívidas. Bjs

Lourdes Fiedler disse...

Por não ter casado no religioso, quase não batizo meus filhos,maaas como tem jeito pra tudo,e quando aparece uma graninha,aí sim é outra história.
Tem selinho lá em casa para você.
Beijos.

BRUXINHA disse...

Fátima, Bom dia , lendo teu post resolvi deixar aqui o meu protesto tb, sou casada pela segunda vez e tb não posso tomar a comunhão, quando minha mãe me disse isso eu fiquei pasma e fui perguntar ao padre , ele confirmou que não, é claro, resultado, se ia pouco a igrja agora vou menos ainda .Até qaundo a igreja vai s eposicionar dessa forma ? Mas posso te dizer que com benção ou sem , sou tão feliz com meu maridinho e isso é que conta . bjs

Renata Nogueira disse...

ai, ai!
Lamentável!

Márcia disse...

Bem, a igreja catolica, não proibe que se comungue, vc decide se está preparada ou não para receber o corpo de cristo. Se sente necessidade de comungar e porque acredita na comunhão então não critiquem a igreja, e olhem mas para os vossos corações. Se estamos em pecado ou não. Os 10 mandamentos falam sim da união entre duas pessoas, não pequem contra a castidade não e só não terem relação, e sim terem relação dentro do casamento.