domingo, 12 de junho de 2011

Pequenos contos sobre o amor

Conversa com o Theo dentro do carro (eu dirigindo, ele preso na cadeirinha lá atrás – sim, ele aproveita as curtas viagens de carro para conversas profundas):

- Nana, como a gente escolhe quem vai ser nossa namorada?
- Bom, a gente escolhe a pessoa mais legal.
- Ah.

Alguns segundos de cuidadosa reflexão depois:

- Mas então vc acha o Dé [meu marido] mais legal e minha mãe acha meu pai mais legal?

É, faltou explicar melhor.

- É, cada um acha uma pessoa diferente mais legal. Eu acho que é o Dé, sua mãe acha que é seu pai e por aí vai. Senão todo mundo ia querer namorar a mesma pessoa, imagina só.
- Ah, então é a Fulana [da escolinha]. Eu tenho duas namoradas, mas a Fulana é mais legal, então minha namorada é ela.
- Mas, Theo, vc é meio novo pra se preocupar com essas coisas, namorar e tudo...
- Ai, Nana, eu namoro só de brincadeira, né. Não é com ela que eu vou casar e ter filho [duh].


♥ ♥ ♥

Uma das melhores, dita para a minha mãe há uns dois meses:

- Ai, vovó, toda mulher que eu conheço eu se apaixono!

"Mulher", não "menina". E ele tem 4 anos. Quero ver segurar.

♥ ♥ ♥

Feliz dia dos namorados para vc e para a sua pessoa mais legal!

2 comentários:

lilly disse...

é muito engraçadinho como eles ja se preocupam com isso

naomemandeflores disse...

Hahahaha...que fofura! Precoces, né?


Camila F.